Quarentena

A História da Quarentena de São Miguel Arcanjo
A Quaresma de São Miguel Arcanjo começou com São Francisco, que era devoto do Arcanjo. São Francisco sentia o desejo de experimentar, no corpo e na alma, a Paixão de Cristo, Sua dor e também o imenso amor por se entregar ao sofrimento por nós.

No ano de 1224, o santo realizou a primeira quaresma de jejum e oração, no Monte Alverne, local deserto, distante, próprio para oração. São Francisco disse: “Para honra de Deus, da bem-aventurada Virgem Maria e de São Miguel Arcanjo, príncipe dos anjos e das almas, quero fazer aqui uma quaresma”.

No dia 17 de setembro, durante sua quaresma, enquanto estava em oração, teve a visão de um serafim, o qual logo se aproximou. Este tinha seis asas de fogo e também estava crucificado, mãos e pés estendidos e amarrados numa cruz. Duas asas elevavam-se por cima de sua cabeça, duas outras estavam abertas para o voo, as duas últimas cobriam-lhe o corpo. E, por meio desta visão, Francisco pôde compreender melhor o verdadeiro sentido da Paixão.

Quando chegou a Festa em honra a São Miguel Arcanjo, Francisco desceu o Monte Alverner, trazendo nos pés e nas mãos os estigmas de Jesus. Como achava-se indigno de se tornar igual a Cristo, que ficou em total jejum, no final daqueles dias bebeu água e comeu um pedaço de pão.

Importante lembrar que a quaresma pode ser realizada a partir de qualquer data do ano, sendo agosto a setembro um momento especial. Que você possa se reunir com sua família, amigos, namorado(a) para rezar pelas intenções que você traz no coração.

“Os anjos existem, são enviados pela Divina Providência, para que nos ajudem a alcançar a santidade da vida” (Jão Paulo II).

Esta quaresma deve ser rezada, diariamente, entre os dias 15 de agosto e 29 de setembro, dia da Festa de São Miguel.

Providencie um altar para São Miguel com uma imagem ou uma estampa.
Todos os dias:
- Acender uma vela benta;
- Oferecer uma penitência;
- Fazer o sinal-da-cruz;
- Rezar a oração inicial;
- Rezar a ladainha de São Miguel.

A devoção a São Miguel é importante exatamente por causa da função divina que este arcanjo tem sendo um dos grandes príncipes do Céu e ministro de Deus, considerado o anjo do arrependimento e da justiça, além de líder dos exércitos celestiais. É invocado em situações de proteção contra os perigos, as forças do mal e os inimigos.

O nome Miguel vem do hebraico e significa “Quem como Deus?”
O inicio deste tempo de oração é no dia 15 de agosto e encerra no dia 29 de setembro, festa de São Miguel Arcanjo.

Para se preparar para esta quaresma é necessário:
- Providenciar um altar para São Miguel com uma imagem ou estampa do anjo;
- Acender uma vela diante da imagem ou estampa dele;
- Ofereçer uma penitência;
- Fazer o sinal da cruz;
- Rezar estas orações todos os dias.

Oração inicial para todos os dias
“São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate, sede o nosso refúgio contra as maldades e ciladas do demônio. Ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos, e vós, príncipe da milícia celeste, pela virtude divina, precipitai no inferno a satanás e aos outros espíritos malignos, que andam pelo mundo para perder as almas. Amém!”

“Rogai por nós, santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém!”

Ladainha de São Miguel
Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós.Jesus Cristo ouvi-nos.
Jesus Cristo, atendei-nos.Pai Celeste, que sois Deus, tende piedade de nós.
Filho, Redentor do Mundo, que sois Deus, tende piedade de nós.
Espírito Santo, que sois Deus, tende piedade de nós.
Trindade Santa, que sois um único Deus, tende piedade de nós.
Santa Maria, Rainha dos Anjos, rogai por nós.
São Miguel, rogai por nós.
São Miguel, cheio da graça de Deus, rogai por nós.
São Miguel, perfeito adorador do Verbo Divino, rogai por nós.
São Miguel, coroado de honra e de glória, rogai por nós.
São Miguel, poderosíssimo Príncipe dos exércitos do Senhor, rogai por nós.
São Miguel, porta-estandarte da Santíssima Trindade, rogai por nós.
São Miguel, guardião do Paraíso, rogai por nós.
São Miguel, guia e consolador do povo israelita, rogai por nós.
São Miguel, esplendor e fortaleza da Igreja militante, rogai por nós.
São Miguel, honra e alegria da Igreja triunfante, rogai por nós.
São Miguel, Luz dos Anjos, rogai por nós.
São Miguel, baluarte dos Cristãos, rogai por nós.
São Miguel, força daqueles que combatem pelo estandarte da Cruz, rogai por nós.
São Miguel, luz e confiança das almas no último momento da vida, rogai por nós.
São Miguel, socorro muito certo, rogai por nós.
São Miguel, nosso auxílio em todas as adversidades, rogai por nós.
São Miguel, arauto da sentença eterna, rogai por nós.
São Miguel, consolador das almas que estão no Purgatório, rogai por nós.
São Miguel, a quem o Senhor incumbiu de receber as almas que estão no Purgatório.
São Miguel, nosso Príncipe, rogai por nós.
São Miguel, nosso Advogado, rogai por nós.
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, perdoai-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, atendei-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.
Rogai por nós, ó glorioso São Miguel, Príncipe da Igreja de Cristo, para que sejamos dignos de Suas promessas.

Oração:
Senhor Jesus, santificai-nos, por uma bênção sempre nova, e concedei-nos, pela intercessão de São Miguel, esta sabedoria que nos ensina a ajuntar riquezas do Céu e a trocar os bens do tempo pelos da eternidade. Vós que viveis e reinais em todos os séculos dos séculos.”

Ao final, reza-se:
- Um Pai Nosso em honra de São Miguel Arcanjo.
- Um Pai Nosso em honra de São Gabriel.
- Um Pai Nosso em honra de São Rafael.
“Gloriosíssimo São Miguel, chefe e príncipe dos exércitos celestes, fiel guardião das almas, vencedor dos espíritos rebeldes, amado da casa de Deus, nosso admirável guia depois de Cristo; vós, cuja excelência e virtudes são eminentíssimas, dignai-vos livrar-nos de todos os males, nós todos que recorremos a vós com confiança, e fazei pela vossa incomparável proteção, que adiantemos cada dia mais na fidelidade em servir a Deus.”

- V: “Rogai por nós, ó bem-aventurado São Miguel, príncipe da Igreja de Cristo.”
- R: “Para que sejamos dignos de suas promessas.”

Oração:
“Deus, todo poderoso e eterno, que por um prodígio de bondade e misericórdia para a salvação dos homens, escolhestes para príncipe de Vossa Igreja o gloriosíssimo Arcanjo São Miguel, tornai-nos dignos, nós vo-lo pedimos, de sermos preservados de todos os nossos inimigos, a fim de que na hora da nossa morte nenhum deles nos possa inquietar, mas que nos seja dado de sermos introduzidos por ele na presença da Vossa poderosa e augusta Majestade, pelos merecimentos de Jesus Cristo, Nosso Senhor.”

Consagração a São Miguel Arcanjo
“Ó Príncipe nobilíssimo dos Anjos, valoroso guerreiro do Altíssimo, zeloso defensor da glória do Senhor, terror dos espíritos rebeldes, amor e delícia de todos os Anjos justos, meu diletíssimo Arcanjo São Miguel, desejando eu fazer parte do número dos vossos devotos e servos, a vós hoje me consagro, me dou e me ofereço e ponho-me a mim próprio, a minha família e tudo o que me pertence, debaixo da vossa poderosíssima proteção. É pequena a oferta do meu serviço, sendo como sou um miserável pecador, mas vós engrandecereis o afeto do meu coração; recordai-vos que de hoje em diante estou debaixo do vosso sustento e deveis assistir-me em toda a minha vida e obter-me o perdão dos meus muitos e graves pecados, a graça da amar a Deus de todo coração, ao meu querido Salvador Jesus Cristo e a minha Mãe Maria Santíssima, obtende-me aqueles auxílios que me são necessários para obter a coroa da eterna glória. Defendei-me dos inimigos da alma, especialmente na hora da morte. Vinde, ó príncipe gloriosíssimo, assistir-me na última luta e com a vossa alma poderosa lançai para longe, precipitando nos abismos do inferno, aquele anjo quebrador de promessas e soberbo que um dia prostrastes no combate no Céu.”

São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate para que não pereçamos no supremo juízo.