Novena

Novena de São Miguel
Com uma imagem de São Miguel e uma vela acesa, inicia-se pedindo a luz do Espírito Santo, tendo sempre em mente, a intenção da novena.
- Início:
Fazer o sinal da cruz
V – “Oh! Deus, vinde em meu auxílio.”
R – “Senhor, apressai-Vos em me socorrer.”
Primeira graça:
“Nós vos pedimos, oh! São Miguel, em união com os santos Serafins, de acender em nossos corações o Santo Amor de Deus, e de nos dar o desprezo e o desgosto pelos falsos prazeres do mundo.”
-  Rezar: Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai.
Segunda graça:
“Nós vos pedimos humildemente, oh! Príncipe da Jerusalém Celeste, e Chefe dos Querubins, de vos lembrar de nós, sobretudo quando formos assaltados pelas sugestões do inimigo.
Vitoriosos de todo tipo de tentações, pelo nosso socorro, fazei de nós um sacrifício oferecido ao Senhor.”
- Rezar: Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai.
Terceira graça:
“Nós vos suplicamos devotamente, oh! glorioso Campeão do Paraíso e Chefe dos tronos, de jamais permitir que nós, vossos fiéis, sejamos oprimidos pelos espíritos e pelas enfermidades.”
-
Rezar: Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai.
Quarta graça:
“Prostrados humildemente diante de vós, nós vos rogamos, oh! grande Ministro de Deus, em união com as Dominações, de defender a Cristandade, em todas as ocasiões, e em particular o Soberano Pontífice, aumentando sua felicidade, assim como as graças que lhe são concedidas nesta vida e a glória na outra.”
- Rezar: Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai.
Quinta graça:
“Nós vos rogamos, oh! Santo Arcanjo, em união com as Virtudes, de livrar vossos servos das mãos de seus inimigos, conhecidos e desconhecidos, dos falsos testemunhos, das discórdias, de libertar a nossa Pátria e, em particular, nossa cidade da fome, das epidemias, da guerra, dos tumultos, terremotos e tempestades, que forças contrárias tem o costume de suscitar para nos prejudicar.”
- Rezar: Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai.
Sexta graça:
“Nós vos rogamos, oh! Chefe das Milícias Angélicas, juntamente com as Potestades, de prover às nossas necessidade, às de nossa cidade, dando fecundidade à terra, concórdia e paz aos chefes cristãos.”
- Rezar: Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai.
Sétima graça:
“Nós vos pedimos, oh! Primaz dos Arcanjos, em união com os Principados, de vos dignar nos livrar, a nós vossos servos, assim como o nosso país e a nossa cidade das enfermidades corporais e sobretudo espirituais.”
- Rezar: Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai.
Oitava graça:
“Nós vos pedimos, oh! São Miguel, em união com o Coro dos Anjos, de cuidar de nós nesta vida, e, no momento da morte, de nos assistir na hora da nossa agonia, sobretudo, no instante de entregar a alma, a fim de que, vencedo o pecado, possamos usufruir convosco, da bondade Divina, no santo Paraíso.”
- Rezar: Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai.
Nona graça:
“Enfim, nós vos rogamos, oh! glorioso Chefe, defensor da Igreja militante e triunfante, de vos dignar, juntamente com os Coros dos Anjos, de nos guardar e defender vossos fiéis, as nossas famílias e aqueles que se recomendaram às nossas orações, a fim de que, levando com o vosso socorro uma vida pura, possamos eternamente usufruir da contemplação de Deus, convosco e com todos os Santos Anjos.”
- Rezar: Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai.
—————————
Todos os dias rezar:
“São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate,
para que não pereçamos no dia do Juízo.”
Em seguida reza-se pela intercessão dos Arcanjos:
Um Pai – Nosso a São Miguel,
Um Pai – Nosso a São Gabriel,
Um Pai – Nosso a São Rafael,
Um Pai – Nosso ao nosso Anjo da Guarda
Oração Final (Rezar todos os dias)
“Oh! Deus todo poderoso e eterno, que para a salvação do gênero humano enviastes, milagrosamente, a Vossa Igreja o Vosso Gloriosíssimo Príncipe, o Arcanjo São Miguel, concedei-nos o seu socorro salutar e a sua ajuda eficaz contra todos os nossos inimigos, a fim de que, nossa partida deste mundo, obtenhamos de comparecer à presença de Vossa Divina e Santa Majestade. Por Jesus Cristo, nosso Senhor. Amém!”
—————————

Consagração a São Miguel
(Rezar todos os dias)
“Oh! Príncipe nobilíssimo dos Anjos, valoroso guerreiro do Altíssimo, zeloso defensor da glória do Senhor, terror do espíritos rebeldes, amor e delícia de todos os Anjos justos, meu diletíssimo Arcanjo São Miguel, desejando eu fazer parte do número dos vossos devotos e servos, a vós hoje me consagro, me dou e me ofereço e ponho-me a mim próprio, a minha família e tudo o que me pertence, debaixo da vossa poderosíssima proteção.
É pequena a oferta do meu serviço, sendo como sou um miserável pecador, mas vós engrandecereis o afeto do meu coração;
Recordai-vos que de hoje em diante estou debaixo do vosso sustento e deveis assistir-me em toda a minha vida e obter-me o perdão dos meus muitos e graves pecados, a graça da amar a Deus de todo coração, ao meu querido Salvador Jesus Cristo e a minha Mãe Maria Santíssima, obtende-me aqueles auxílios que me são necessários para obter a coroa da eterna glória.
Defendei-me dos inimigos da alma, especialmente na hora da morte.
Vinde, oh! príncipe gloriosíssimo, assistir-me na última luta e com a vossa alma poderosa lançai para longe, precipitando nos abismos do inferno, aquele anjo quebrador de promessas e soberbo que um dia prostrastes no combate no céu.
São Miguel Arcanjo defendei-nos no combate para que não pereçamos no supremo juízo. Amém!”
—————————
Coroa Angélica de São Miguel
Invocação Inicial
- Deus, vinde em nosso auxílio;
- Senhor, socorrei-nos e salvai-nos. Glória ao Pai.

Primeira Saudação
(ao primeiro Coro de Anjos).
“Pela intercessão de São Migel e do Coro Celeste dos Serafins, para que o Senhor Jesus nos torne dignos de sermos abrasados de uma perfeita caridade. Amém!”
Pai-Nosso, Três Ave-Maria e Glória ao Pai.

Segunda Saudação (ao segundo Coro de Anjos).
“Pela  intercessão  de São Miguel e do Coro Celeste dos Querubins, para que o Senhor Jesus nos conceda a graça de fugirmos do pecado e procurarmos a perfeição cristã. Amém!”
Pai-Nosso, Três Ave-Maria e Glória ao Pai.

Terceira Saudação (ao terceiro Coro de Anjos).
“Pela intercessão de São Miguel e do Coro dos Tronos, para que Deus derrame em nossos corações o espirito de verdadeira e sincera humildade. Amém!”
Pai-Nosso, Três Ave-Maria e Glória ao Pai.
Quarta Saudação (ao quarto Coro de Anjos).
“Pela intercessão de São Miguel e do Coro Celeste das Dominações, para que o Senhor nos conceda a graça de dominar nossos sentidos, de corrigir as nossas más paixões. Amém!”
Pai-Nosso, Três Ave-Maria e Glória ao Pai.
Quinta Saudação (ao quinto Coro de Anjos).
“Pela intercessão de São Miguel, e do Coro Celeste das Potestades, para que o Senhor Jesus se digne proteger nossos almas contra todo tipo de ciladas  e as tentações. Amém!”
Pai-Nosso, Três Ave-Maria e Glória ao Pai.
Sexta Saudadação (ao sexto Coro de Anjos).
“Pela intercessão de São Miguel, e do Coro Celeste das Virtudes, para que o Senhor não nos deixe cair em tentação, mas que nos livre de todo mal. Amém!”
Pai-Nosso, Três Ave-Maria e Glória ao Pai.
Sétima Saudação (ao sétimo Coro de Anjos).
“Pela intercessão de São Miguel e do Coro Celeste dos Principados, para que o Senhor encha nossas almas do espírito de uma verdadeira e sincera obediência. Amém!”
Pai-Nosso, Três Ave-Maria e Glória ao Pai.
Oitava Saudação (ao oitavo Coro de Anjos).
“Pela intercessão de São Miguel e do Coro Celeste dos Arcanjos, para que o Senhor nos conceda o dom da perserverança na fé e nas boas obras, a fim de que possamos chegar a possuir a glória do Paraíso. Amém!”
Pai-Nosso, Três Ave-Maria e Glória ao Pai.
Nona Saudação (ao nono Coro de Anjos) .
“Pela intercessão de São Miguel e do Coro Celeste dos Anjos, para que sejamos guardados por eles nesta vida mortal, para sermos conduzidos por eles à glória eterna do Céu. Amém!”
Pai-Nosso, Três Ave-Maria e Glória ao Pai.
No final, reza-se: 
Um Pai Nosso em honra a São Miguel Arcanjo
Um Pai Nosso em honra a São Gabriel Arcanjo
Um Pai Nosso em honra a São Rafael Arcanjo
Um Pai Nosso em honra ao Anjo da Guarda
Invocação Final:
“Rogai por nós, bem-aventurado São Miguel, Príncipe da Igreja de Cristo. Para que sejamos dignos de suas promessas. Amém!”
Oração:
“Deus, Todo Poderoso e Eterno, que por um prodígio de bondade e misericórdia para a salvação dos homens, escolhestes para Príncipe de Vossa Igreja, o gloriosíssimo Arcanjo São Miguel, tornai-nos dignos, nós vo-lo pedimos, de sermos preservados de todos os nossos inimigos, a fim de que na hora da nossa morte nenhum deles nos possa inquietar, mas que nos seja dado de sermos introduzidos por ele na presença da Vossa Poderosa e Augusta Majestade, pelos merecimentos de Jesus Cristo, Nosso Senhor.Amém!”